top of page
  • Foto do escritorAna Luiza de Figueiredo Souza

Sem meio ambiente, não há mais nada

Atualizado: 9 de jan.

Se ecologia sem luta de classes é jardinagem, conforme já dizia Chico Mendes, luta de classes sem ecologia é panfletagem.


Não adianta ficarmos discutindo gênero, desigualdades estruturais ou economia sem água para beber, comida para comer, ar para respirar. A luta ambiental precisa ser pauta comum nas lutas sociais, porque se insere em todas elas. Quem é mais afetado pela contaminação, pela seca, pela fome, pelos desastres ambientais? Quem vira refugiado climático? Pessoas e grupos em situação de maior vulnerabilidade social.


A causa ambiental é de todos nós. Já passou da hora de a gente integrar essa causa nas nossas pautas e apoiar quem está na linha de frente pela preservação das nossas condições de vida no planeta: povos originários, comunidades ribeirinhas e quilombolas, ativistas, pesquisadores e políticos com agendas ecológicas, produtores sustentáveis, projetos ambientais.


É por isso que venho aqui pedir o apoio de vocês ao trabalho que o Grupo de Resgate de Animais em Desastres tem feito diante dos incêndios no Pantanal. Como vocês já devem ter visto nas notícias, desde o final de outubro o Pantanal queima, consequência das políticas destrutivas dos últimos anos. Mais de 20% do Parque Estadual Encontro das Águas foi devastado e o fogo continua se espalhando.


O G.R.A.D atua junto a iniciativas e projetos socioambientais pantaneiros para resgatar animais dos incêndios, de todas as espécies e tamanhos. Elas são essenciais para que o bioma possa ter chance de se recuperar.


Apoie esse trabalho. Doe qualquer valor para:


Chave PIX: 04.085.146/0001-38 Fórum Nacional de Proteção Ambiental



Vídeo no Instagram. Vídeo no TikTok.



Conheça e dê apoio a outros projetos dedicados à proteção do Pantanal







28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page