• Ana Luiza de Figueiredo Souza

Tipos de violência doméstica e familiar contra mulheres

Atualizado: 3 de jul.


Para além dos cinco tipos de violência doméstica e familiar descritos na Lei Maria da Penha, acrescento algumas outras formas de exploração, invalidação e violação de mulheres e meninas no ambiente doméstico e/ou familiar.


Projetos sociais, iniciativas e redes de atendimento para mulheres (e meninas) vítimas de violência doméstica:


Um Socorro à Meia-Noite (@umsocorroameianoite): links, listas e orientações úteis.


Justiceiras Oficial (@justiceirasoficial): atendimento multidisciplinar online.


Mete a Colher (@appmeteacolher): aplicativo que conecta vítimas a psicólogas e advogadas voluntárias.


Instituto Maria da Penha (@institutomariadapenha): ONG dedicada ao enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.


Eu sou a Gloria (@eusouagloria): plataforma com dados, ferramentas e orientações para mulheres e meninas em situação de vulnerabilidade e repressão.


Vídeo no Instagram. Vídeo no TikTok.


Central de Atendimento à Mulher: Disque 180 | 61 99656 5008


A Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 presta uma escuta e acolhida qualificada às mulheres em situação de violência. O serviço registra e encaminha denúncias de violência contra a mulher aos órgão competentes, bem como reclamações, sugestões ou elogios sobre o funcionamento dos serviços de atendimento. O serviço também fornece informações sobre os direitos da mulher, como os locais de atendimento mais próximos e apropriados para cada caso: Casa da Mulher Brasileira, Centros de Referências, Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam), Defensorias Públicas, Núcleos Integrados de Atendimento às Mulheres, entre outros. Trecho retirado do site do Governo Federal, disponível aqui.


Central de Atendimento a Crianças e Adolescentes: Disque 100


Saúde da Mulher: Disque 0800 61 1997

0 visualização0 comentário